img imprensa1

Assédio Moral e Sexual serão abordados no Fórum do HCFMUSP durante a SAHE 2019

Assédio Moral e Sexual serão abordados no Fórum do HCFMUSP durante a SAHE 2019

A administração de um hospital de grande porte demanda várias exigências, indo além da prestação de serviços básicos e envolvendo até uma boa gestão diária, que exige relacionamento e práticas saudáveis dentro da empresa.

Nesse contexto, a SAHE – South America Health Exhibition 2019 traz, dia 12 de março, o Fórum Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HFCMUSP), cujo tema é “Compartilhando e debatendo as práticas de excelência do maior Hospital da América Latina”.

O Fórum abordará, em um dos seus painéis, o “Assédio Moral e Assédio Sexual”. Dra. Maria Mathilde Marchi, procuradora do HCFMUSP, discutirá o assunto, situando o tema entre as linhas da tradição e do progresso, levando em consideração as revoluções sociais e tecnológicas que vêm ocorrendo nos últimos anos.

“Estabelecidos os princípios da eticidade e socialidade que presidiram a elaboração das normas sobre assédio moral e assédio sexual, vamos poder discorrer sobre a sua aplicação, compartilhando experiências vivenciadas no HCFMUSP, num universo de cerca de 20.000 servidores. Também iremos rever conceitos e atitudes em benefício da pessoa, respeitando os fins ético-sociais da comunidade”, declara a procuradora.

Fórum Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP)
Local: Durante a SAHE – South America Health Exhibition 2019 (12 a 14 de março), no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo
Data do Fórum: 12 de março de 2019
Inscrições: www.sahe.com.br 

IPq conquista certificação de excelência em Enfermagem do Cofen

IPq conquista certificação de excelência em Enfermagem do Cofen

Em dez anos do programa "Rumo à Excelência", cujo principal objetivo é conduzir o Instituto de Psiquiatria (IPq) do patamar de compromisso com a excelência para uma instituição de excelência, de classe mundial, tivemos o orgulho de ver nosso trabalho reconhecido, por meio das certificações ONA 1 e 2, da Organização Nacional de Acreditação. O IPq é o primeiro hospital psiquiátrico do Brasil a receber estas certificações, evidenciando a alta qualidade de nossos serviços e de nossa administração.

E essas conquistas foram fundamentais para que chegássemos à nossa mais recente certificação, do Programa Nacional de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem - Cofen, nos colocando como a primeira instituição de saúde da região Sudeste, bem como o primeiro Instituto do Complexo HCFMUSP, a receber esse Selo da Qualidade.

O PNQ avalia, além da instituição, o desempenho, boas práticas e investimento na qualificação dos profissionais que atuam na assistência de Enfermagem, com foco em seis dimensões: Ações gerenciais sistêmicas, Estrutura organizacional, Aspectos operacionais, Infraestrutura, Gestão de pessoas e Responsabilidade social. Foram avaliados 60 indicadores e atribuídos 510 pontos ao IPq, ou seja, mais de 90% da pontuação máxima, evidenciando a excelência de nossa prática profissional, a qualidade e segurança dos serviços que prestamos.

Os representantes do PNQ, liderados por Claudio Porto, estiveram no IPq nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro/2019, conhecendo a profundidade e amplitude do trabalho profissional desenvolvido pela equipe de Enfermagem, que tem papel fundamental em nosso Instituto. Nossos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem envolvidos neste processo serão certificados pelo PNQ.

Estamos orgulhosos com este prêmio, que reconhece a alta qualificação e o comprometimento de nossos profissionais de enfermagem, dedicados, competentes e sempre preocupados em atender bem e cada vez melhor nossos pacientes.

Prof. Dr. Wagner Gattaz
Presidente do Conselho Diretor do IPq

Dr. Luciano Patah
Diretor Executivo do IPq

Fórum HCFMUSP compartilha práticas de excelência na SAHE 2019

Fórum HCFMUSP compartilha práticas de excelência na SAHE 2019

Está comprovado que os cuidados com a saúde do trabalhador geram benefícios para as empresas e funcionários. Pensando nisso, o setor da saúde tem se conscientizado sobre a importância do bem-estar do colaborador para o aumento da produtividade e da satisfação do cliente e vem investindo cada vez mais em programas especializados para a promoção da saúde e da qualidade de vida.

Nesse contexto, a SAHE – South America Health Exhibition 2019 apresenta o Fórum Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), cujo tema é “Compartilhando e debatendo as práticas de excelência do maior Hospital da América Latina”. Entre os palestrantes do Fórum está José Luis de Lira, Coordenador do Núcleo de Gestão de Pessoas (NGP) do hospital.

Lira discutirá o tema “Como alcançar a eficiência operacional sem comprometer a saúde do colaborador”, orientando os profissionais da área sobre qualidade de vida, visando proporcionar uma maior eficiência e produtividade nas empresas. “Bons salários e benefícios são importantes, mas a saúde do colaborador é fundamental, tendo em vista que o profissional da saúde é testado emocionalmente o tempo todo. Precisamos ter funcionários saudáveis quanto ao aspecto físico e emocional para que possamos superar as barreiras impostas por este ramo de atividade”, ressalta.

A expectativa do palestrante é grande para a SAHE. De acordo com ele, o compartilhamento de experiências engrandece o debate no segmento da saúde, que vem passando por grandes transformações, tanto na organização pública, quanto na privada.

A programação completa do Fórum do HCFMUSP já está disponível no site da SAHE. As inscrições para este e os demais fóruns também podem ser feitas através do mesmo site.

Fórum Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP)
Local: Durante a SAHE – South America Health Exhibition 2019 (12 a 14 de março), no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo
Data do Fórum: 12 de março de 2019
Inscrições: www.sahe.com.br 

Museu resgata a história da Medicina Nuclear do Brasil

Museu resgata a história da Medicina Nuclear do Brasil

Inaugurado, na sexta-feira (8 de fevereiro), o Museu do Centro de Medicina Nuclear Professor Alípio Luiz Dias Neto, órgão vinculado ao InRad – Instituto de Radiologia. O nome do museu é homenagem póstuma ao trabalho do Prof. Dr. Alípio Luiz Dias Neto, físico, cientista, pesquisador e um dos fundadores do prédio da Medicina Nuclear - InRad - HCFMUSP.

Nascido em 10 de novembro de 1929 e falecido, aos 74 anos, em 9 de março de 2004, o Prof. Dr. Alípio Luiz Dias Neto dedicou-se ao Centro de Medicina Nuclear do HCFMUSP ao longo de sua vida. Desde 1959 atuava no CMN como físico à época em que o órgão era dirigido pelos fundadores Profs. Drs. Ted Eston de Eston (1919-2001) e Verônica Rapp Eston (1918-2014). Entre 1988 e 1995, Prof. Dr. Alípio foi Diretor do Centro.

A inauguração do Museu também lembrou os 70 anos do Laboratório de Isótopos, que começou a funcionar em outubro de 1949, e foi o primeiro laboratório no país a trabalhar com material radioativo para fins medicinais. Marcou ainda os 60 anos do Centro de Medicina Nuclear, cujo início de atividades aconteceu em 26 de janeiro de 1959 e se tornou o primeiro centro de formação de especialistas em Medicina Nuclear no país.

O acervo do Museu reúne equipamentos hoje históricos, fotografias, vasta e preciosa documentação e parte da biblioteca do Prof. Dr. Alípio Luís Dias Neto. O significado do Museu é resgatar o momento histórico, integrando o estudo e convivência entre as gerações voltadas para o futuro da especialidade no Brasil.

Estiveram presentes o Superintendente do HCFMUSP, Engº. Antonio José Rodrigues Pereira; o Assessor Militar do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Capitão de Fragata Clayton França Menezes; o Presidente do Conselho Diretor do Instituto de Radiologia e Diretor do Centro de Inovação do Hospital das Clínicas FMUSP, Prof. Giovanni Guido Cerri.

Também prestigiaram a cerimônia a Diretora Executiva do Instituto de Radiologia do HCFMUSP, Dra. Marisa Madi; o Diretor do Centro de Medicina Nuclear do InRad, Prof. Dr. Carlos Alberto Buchpiguel; o Coordenador da Comissão Organizadora do Museu do Centro de Medicina Nuclear, Prof. Dr. Marcelo Tatit Sapienza; o Diretor Geral da Fundação Faculdade de Medicina, Prof. Dr. Flavio Fava de Moraes e o responsável pela Residência Médica da Medicina Nuclear da FMUSP, Prof. Dr. Fausto Haruki Hironaka.